Caminho a Suleste

Suleste

A maior região de Portugal surpreende pela sua beleza. No Alentejo viaje naturalmente pela História sempre com paisagens extraordinárias. Não perca as nossas sugestões para aproveitar a sua viagem ao máximo.

Évora

Évora possui um centro histórico cercado por muitos muros, um patrimônio cultural valioso que a UNESCO classificou como Património Mundial. É uma cidade que assenta em dois milénios de história. Évora adquiriu grande importância após a conquista pelos romanos, como evidenciam os vestígios ainda visíveis hoje: as ruínas de um templo gracioso, várias secções de parede e a porta chamada Dona Isabel, além das ruínas dos banhos termais da cidade.

Estremoz

Estremoz pode ser dividido em duas partes que marcam sua evolução: o conjunto medieval de casas ao lado do castelo e, fora dos muros, a vila moderna. Este local possui uma rica herança cultural, na qual se destaca o castelo com suas muralhas medievais e a antiga cidadela onde atualmente se encontra a Pousada Rainha Santa Isabel.

Elvas

Esta cidade tranquila é conhecida pelo papel defensivo que desempenhou ao longo da história. Com uma posição geográfica estratégica perto da fronteira com a Espanha, foi construída dentro de muros, como um complexo sistema defensivo. Este muro juntamente com o Forte de Sta Luzia e o Forte da Graça, formaram uma linha de defesa extremamente importante durante a Guerra da Restauração e que é visível ainda hoje. Em 2012, a Praça-forte de Elvas foi classificada como Património Mundial pela UNESCO.

Alqueva

Construído no rio Guadiana, o Alqueva é um dos maiores lagos artificiais da Europa. Possui um reservatório de 250 km2 e abrange cinco municípios do Alentejo. Apresenta muitos pontos de interesse como os castelos de Juromenha, Alandroal, Mourão e Moura. Um local com ótimas condições para atividades ao ar livre e para desportos aquáticos. Imperdível é a nova Aldeia da Luz, a única vila submersa pelas águas da barragem que precisou ser literalmente mudada para outro lugar. Além disso, Monsaraz é inevitável, um museu-vila medieval preservado.